O parto que eu não quero ter

Sim esse post é polêmico, se você é daquelas que defendem o parto normal com sua propria vida, nem leia, pois não vai te acrescentar nada e muito menos mudar minha opinião, que já esta tomada pensando sim em mim!!!!
Esclarecimento feito vamos ao post rs…

Quando eu engravidei da Isadora a 2 anos e meio atrás e com 27 anos, no inicio até pensei em parto normal ( natural, vaginal, como queiram), mas a idéia foi logo descartada por mim, porque eu sou muito fraca pra dor, minha tolerância para dor é zero, minha paciência para esperar 12,13,14….. horas para ter um bebe menor ainda.
Li tudo que vi pela frente sobre a Cesárea, vi videos, perguntei pra quem fez e ouvi e li de tudo, tanto coisas boas quanto coisas ruins, e no fim, decidi ter a Isa de parto Cesárea, sim PARTO.
Cheguei a 38 semana, estava cansada, sem conseguir dormir, 18 kilos acima do peso, mal conseguia andar, fui para minha consulta semanal e meu obstetra resolveu fazer o parto naquele mesmo dia, tanto pelos meus desconfortos quanto pela Isa, que já estava com o coração bem fraco e cansada também.
Sai de lá, fui pra casa, almocei,  fiz minha minha unha, arrumei as últimas coisinhas que faltavam e partimos para a maternidade, tranquilos, felizes, ansiosos, sem estresse, sem dor, só felizes!!!!
Meu parto foi lindo, não passei mal em nenhum momento, não senti dor na hora da anestesia, fui muito bem tratada, acolhida, minha pipoca nasceu linda, saudável, esperta, não ficou na uti, não teve nenhum desconforto respiratório, ficou comigo no quarto direto e foi assim que ela NASCEU!
Nunca encarei como: "arrancaram", "tiraram", me desrespeitaram, nada disso, foi um lindo dia pra mim e pra ela.
Meu pós operatório foi ótimo, não tive problema nenhum com amamentação, com leite, nada disso.
Sendo assim, sempre pensei que quando fosse ter outro filho, seria também cesárea, mas esse pensamento se apossou ainda mais forte de mim ontem, quando senti uma das piores dores da minha vida.
Passei o dia bem, limpei minha casa, fiz janta, fiz a unha do pé quando do nada, comecei com fortes dores na pélvis,, nas costas, nas pernas, em tudo, tive diarréia, ansia de vômito, dor de cabeça, tudo por conta da dor, precisei ir a maternidade ver o que estava acontecendo as pressas.
E no fim era apenas minha filha que esta grande e na posição cefálica, o que faz com que ela pressione pra baixo, simples né?
Não pra mim que senti dor rs!
Fiquei mais do que convicta de que não, eu não quero parto normal, por escolha minha sim e sem nenhum peso na consciencia, eu quero tranquilidade, anestesia e fim!
Se vai ser tudo tranquilo quanto da outra vez?
Não posso afirmar, aliás nem quem fez parto natural e vai fazer outro pode afirmar, afinal, são bebes diferentes, partos diferentes e cada caso é um caso.
Agora estou aqui medicada, de repouso e aguardando o dia 08 de Novembro, onde finalmente vou conhecer essa menina que esta fazendo tanta estripulia aqui dentro e deixando a mamãe de cabelo em pé kkkkkk.

15 comentários:

  1. Edilene disse...:

    Fer, eu realmente acho que parto não tem nada haver com o bebê ter vindo ao mundo forçado. Prá que se estudar tanto??? E não poder ajudar uma mulher??? Antigamente se morriam tantos bebês por causa da espera. E o sofrimento que a mulherada tinha??? Acho que se Deus achar que vc vai ter a Valentina de parto normal vai ser... só ele sabe o momento certo, pq ela pode nascer antes do dia 08. Mas eu particularmente tive 2 cesárias... não tive dilatação, na primeira fiquei o dia todo com dor e o Raphael não nascia, tivemos que ir para a cesária depois de 8 horas de dor. Então amiga, se vc pode optar por não sofrer, faça com a consciência tranquila. Ninguem deixa de ser mãe pq não teve parto normal. Eu sou mãe de 2, tenho muito orgulho pq tive os dois na minha barriga por 9 meses. Me senti super orgulhosa e feliz! Acho que mãe é aquela que cuida e dá carinho sim... msm aquelas que o filho não saem da barriga. Tem mts mães por ai que passam pelo parto normal e depois desprezam os filhos. E ai??? Quem são as verdadeiras mães... Nem ligue para os comentários!!! O importante é ter a Valentina ai do seu lado... bjs e uma ótima e feliz hora para vc!!! Edi

  1. Aline D. disse...:

    Posso copiar o link dessa postagem e espalhar ele por aí? Ninguém é menos mãe porque fez cesárea! É o que eu escolhi pra mim e pra minha filha, e é uma decisão que só cabe a MIM. Não faz sentido as pessoas ficarem criticando, ou ficar botando aquele medo ("você vai sentir a dor da anestesia pra sempre", "você vai ficar num sei quanto tempo sem poder levantar", "vai ficar uma cicatriz em formato de jogo da velha em você", "seu neném vai nascer com três braços e você só vai ter leite quando ele tiver 15 anos") e todas essas coisas que uma futura parturiente NÃO precisa ouvir, porque provavelmente está nervosa/ansiosa DEMAIS.
    Foi muito bom abrir seu blog e dar de cara com essa postagem logo no meu primeiro acesso, pra eu saber que não sou um monstro por querer ter minha filha sem dor e no dia que for melhor pra mim e pra ela!
    Boa sorte, um beijo!

  1. Cris Oliveira disse...:

    Fê, concordo em número e grau em tudo que vc falou. Tive os meus dois por cesária e não me arrependo. Não senti nada depois do parto em nenhuma das vezes. Cicatriz nem dá pra ver.. cada um sabe de si! O povo tem mania de se meter na vida dos outros... como se todos fossem iguais, sentissem as mesmas dores e com a mesma sensibilidade. Adorei seu post. E que a sua outra pipoca traga mais felicidades ainda pra vcs. Tenha uma boa hora. Um grande beijo!

  1. Ola, primeira vez por aqui e adorei.
    Sou medica obstetra, defendo parto normal, e nao entendia isso de escolha da mulher...ate que...mudei de ideia.
    Percebiq ue a gente so vai trabalhar bem se houver respeito mutuo. Isto de impor uma coisa, ja começa errado....
    Bom, é isso, acho que sem medos, sem traumas, sem chantagens , a escolha é sua!
    va tranquila!!!!
    beijooo

  1. Olá muito bom dia !!!

    E então que eu quis muito um PN e fui até onde o médico me permitiu ir para buscar minha escolha e dai ? nada né cada um tem suas escolhas, preferencias, desejos e ninguem tem o direito de enfiar as tuas verdades na cabeça do outro ... eu estou feliz que vocês estão bem e é isso o que realmente importa....

    Amiga desejo que seu parto seja tão bom quanto foi o da Isadora !

    beijos

  1. Re disse...:

    Fe, concordo com vc..vc tem que seguir o parto que vc se sente melhor.eu tive cesarea da Manu, mas fiquei frustrada pq sempre desejei o normal.e mesmo assim, ainda nao tenho certo em minha cabeca se qdo tiver o segundo vou insistir no ormal, ou simplesmente desenanar e aceitar a cesarea como algo lindo tb, afinal, eh o nascimento do seu filho. Como vai se chamar a bebe?

  1. Maria Eugenia disse...:

    Oiiii! Nossa Senhora, poderíamos ser AMIGAS! hahaha
    Primeiro: O meu bebê, o João, nasce no dia 08 de novmebro também, se Deus quiser!(ele vai nascer antes, tadinho...)
    Segundo: eu também defendo o PARTO cesáreo porque eu sei que é feito com segurança, por um profissonal que estudou 6 anos numa faculdade + 3 ano de residência e tem + num sei quantos anos de EXPERIÊNCIA!
    Pra que melhor?
    Olha, finalmente, eu não vi aqui textos polêmicos, falando mal dos médicos que estão aqui pra nos ajudar!
    Já te adorei assim, de cara!
    E que Deus abençoe seu parto! que você seja muito feliz com sua baby!
    Beijo grande

    E VIVA o avanço da medicina! rsrsrs

  1. Anônimo disse...:

    Olá, gostaria de relatar minha experiência. Tive minha primeira Filha aos 23 anos de parto natural, sempre tive muito medo de cirurgias e cortes, e nunca pensei em cesária. No último mês fiz um acopanhamento mais rigoroso, para saber que estava td bem com meu bebê, e um dia antes do previsto pela obstetra, minha bolsa estourou, tomei m banho, tive sim as dores do parto, que são suportáveis, e depois dei entrada na maternidade onde 2 hs depois nascia minha filha. É indescritível a sensação do bebê forçando a saída, e as curvinhas do corpinho passando ao sair de dentro da gente, sem contar a carinha do pai ao dizer que está vendo o cabelinho e a cor ... É maravlhoso. Enfim, sempre defendi o parto natural, e dez anos depois resolvi ter outro bebê, e que tbm esperaria pelo parto natural. Dessa vez foi umpouco mais difícil, pq minha filha nasceu com 3.600g, mas valeu muito a pena, é uma sensação de vitória, de dever cumprido, e se fosse para engravidar ovamente, só seria cesária em caso de necessidade. Espero que possa ter encorajado algumas mlheres a tentar sim o parto natural, pq é sim muito diferente, e a recuperaçãomtm acontece de forma bem natural.

  1. Anônimo disse...:

    Legal vc ter tido sorte com a cesarea, coisa que alias não desejo nem pra minha pior inimiga. Nunca quis PC, mas quando entrei em trabalho de parto e depois de total dilatação, corou o bumbum ao invés da cabecinha e fui pra faca. Meu Deus!! Que horror!! Antes desejava mais filhos, a cesarea acabou com meu sonho de familia numerosa, quase morri literalmente, tive hemorragia e depois de meses de dores terriveis... aderencias e fibromas. Tive com conta de pc uma forte depressão pós parto também. Rezo a Deus todos os dias pra não engravidar mais, mas se isso acontecer, não penso duas vezes em ter em casa. Sem nenhum tipo de intervenção. Fiquei 24 horas em trabalho de parto e juro por Deus que prefiro mil vezes as dores das contrações que esse horror da cesarea.

  1. Anônimo disse...:

    concordo plenamente com você, tive duas cesáreas não passei nenhuma dor e vivenciei toda alegria de parir, quando vi meu anjinho nascer serenamente sem estresse e preocupação, minha recuperação fui ótima, 15 dias depois já estava totalmente recuperada, e meus filhos tiveram um desenvolvimento sempre acima da média, por isso acho até leviano de algumas pessoas "especialistas" colocar como que as crianças nascidas de cesáreas são "anormais". Acho mais engraçado ainda é ver mulheres defendendo o pn, crucificado a cesárea, mas..... colocam silicone... fazem lipo.... aplicam botox ... isso também não é natural ( não que eu tenha alguma coisa contra), só acho que cada um deve fazer o que lhe dá segurança, não ir atrás de modismos, que muitas vezes tem interesses, que não são nem o bem estar da mãe nem da criança. ( planos de saúde, governantes, etc....

  1. Anônimo disse...:

    Sou mae de tres filhos de parto cesário posso ter outro filho sem problemas???
    Por favor vcs que são médicas ou mães com essa experiencia me ajudem.
    Grata
    Viviane
    EMAIL.sigilus-credito@hotmail.com

  1. Anônimo disse...:

    E verdade pura .muitas mulheres crucifican o parto cesario .sinceramente nunk tive vontade de ter um pn .desde o inicio de minha gravidez sempre passei muito mal .senti muitas dores a gravidez toda .acho nada mais justo pra mim ter um parto cesrio sem correria sem dor mais tranquilo .e claro no momento que meu go achar melhor pro meu principe .

  1. Anônimo disse...:

    Amiga, tira logo sua filha com 30 semanas. já imaginou se seu útero assassino faz alguma prezepada? E as estrias? E o peso? Melhor tirar com 30 semanas, nem é muito prematura e você evita estress. Medo de UTI é para a mulher pobre e fudida que jura que parir pela vagina é saúdavel. Você não, tira logo vai?! Por favor :-)

  1. Samyra disse...:

    Olá! Me identifiquei muito com o seu relato. não sou ativista de nada. Tive 2 filhas lindas e saudáveis de parto cesárea. Amei seu blog! parabéns para nós mães.
    Estou iniciando minha vida de blogueira materna. Se quiser conhecer meu blog acesse.
    http://entrelinhasdemae.blogspot.com.br/

    Beijos

  1. Unknown disse...:

    NOSSA!APAGA O SER ANÔNIMO RADICAL FANÁTICO!!!

Postar um comentário

COMENTE AQUI